NOTÍCIAS

< VOLTAR

Lâmpadas Led chegam ser 80% mais econômicas que as convencionais

Sexta, 20 Julho 2012 15:29
ledamauri_siteHá muitos anos o setor da iluminação não experimentava uma revolução tão intensa quanto à promovida pela tecnologia Led (Light Emitting Diode). Ela é a evolução de uma das invenções mais caras ao homem e que conduziram a civilização a um dos estágios mais produtivos de sua história. Para conhecer mais a fundo sobre as mudanças que o Led proporciona, o Núcleo de Materiais Elétricos da Acic trouxe a Cascavel o maior especialista brasileiro no assunto.
Mauri Luiz da Silva, que durante 38 anos atuou na Osram, um gigante do setor da iluminação, é autor de livros que se transformam em manuais a profissionais e em referências bibliográficas obrigatórias na grade de cursos superiores, como a Arquitetura. Uma das principais vantagens da utilização de lâmpadas Led em projetos de iluminação, segundo Mauri, está na economia de energia, que chega a ser de 80% comparativamente às de filamento.
"É um produto menor, mais elegante e de alta durabilidade", conforme o especialista. A vida útil de uma lâmpada produzida pela microeletrônica é de 20 mil a 50 mil horas contra apenas duas mil em média das alógenas. A novidade ainda é cara, mas já está bem mais acessível em relação há um, dois anos atrás e a tendência é de que fique mais em conta em pouco tempo. "O custo-benefício é muito melhor que qualquer outro produto do gênero. O pay-back (retorno do investimento) é de apenas seis meses".
No entanto, Mauri dá um conselho: no caso específico do produto Led, preço faz diferença. Há muitos itens ruins no mercado, por isso o mais caro é o verdadeiramente o mais confiável. Tudo o que se refere a essa tecnologia no País é importado. Empresas nacionais apenas atuam como montadoras, já que compram principalmente de indústrias de ponta da Holanda, Alemanha e Estados Unidos.

Simples
Outro dos benefícios do produto está na produção de luz fria, que pode ser aplicada para iluminar artigos delicados, como obras de arte e jardins. A única exigência, nesses casos, é desenvolver um projeto de gerenciamento térmico atrás do objeto. Mauri informa também que o uso da tecnologia é simples, por isso não exige grande aperfeiçoamento de adaptação técnica a quem trabalha como profissional da área. Na grande maioria dos casos, utiliza-se a mesma estrutura de lâmpadas fabricadas com outros materiais.
Mauri deu outra evidência da evolução do Led, que é a oferta de produtos com proteção para uso externo e que não se danificam facilmente quando empregados em ambientes com mudanças de temperatura e condições de umidade. Até em fundos de piscina já é possível utilizar esse recurso com o máximo de eficiência. O especialista também deu exemplos práticos de aplicação, principalmente em áreas consideradas críticas, como espelhos e provadores.

Ecológica
Um dos principais diferenciais da tecnologia Led, no entanto, vem com a questão ambiental. Ela é ecológica e de simples descarte, sem qualquer danos ou riscos às pessoas e ao meio ambiente. Esse é um aspecto dos mais relevantes, conforme Mauri, principalmente por considerar os riscos e as dificuldades de destinação final que apresentam, por exemplo, as lâmpadas fluorescentes, que têm mercúrio, um produto altamente tóxico e contaminante, em sua composição. O Led é uma tendência irreversível.

Legenda da foto: Mauri durante palestra a empresários, eletricistas e outros profissionais que trabalham com iluminação - Crédito: César Machado/Vale Press