NOTÍCIAS

< VOLTAR

Vilson Basso fala da urgência de reduzir tamanho do Estado

Sexta, 01 Novembro 2019 17:30

O suplente de senador Vilson Basso participou da reunião de diretoria da Acic, na manhã de quarta-feira, na Sala Paraná. Ele falou sobre a urgência das entidades e sociedade de se unirem para pedir a redução da máquina pública, que é inchada, cara e ineficiente. O suplente frequenta Brasília com regularidade e afirmou constatar situações difíceis de entender. No encontro com os empresários, Vilson citou o caso do Senado, onde há 81 senadores eleitos. Para atender a essa casa, são nove mil funcionários. Três mil deles são concursados, três mil comissionados e três mil estagiários. “É gente demais, um absurdo”, conforme o suplente de senador. E os salários são generosos, com parte dos servidores recebendo acima dos R$ 20 mil, com casos de alguns com remuneração próxima dos R$ 40 mil. A máquina pública é pesada demais, e isso ajuda a explicar porque faltam recursos para áreas fundamentais e para investimentos, citou Vilson Basso, para fazer coro a algumas das propostas defendidas pelo senador paranaense Oriovisto Guimarães. Entre elas estão o fim do foro privilegiado, tirar o protagonismo do STF, desengavetar a CPI da Lava Toga e o movimento Muda Câmara. Vilson lembrou também de sugestões que recebeu, entre elas de entidades como Caciopar, Acic e Faciap, que reforçam pedidos pelas reformas política, administrativa e tributária.